Filmes com temática ambiental integram programação do Cine.Ema

Público vai conferir gratuitamente 16 curtas-metragens, entre animação, ficção e documentários, produzidos em vários Estados brasileiros

O público que for prestigiar o Cine.Ema Itinerante – Festival de Cinema Ambiental do Espírito Santo vai poder curtir, gratuitamente, o melhor da produção audiovisual com foco na sustentabilidade. E o melhor é que tem opções para adultos e também para crianças. Os curtas serão exibidos nos dias 21 e 22 de setembro, na Reserva Ambiental Águia Branca, em Vargem Alta.

Na sexta-feira, dia 21, o destaque vai para os filmes que compõem a Mostra de Cinema Ambiental Infantil Itinerante, o Cine.Eminha, com início às 18 horas. Serão exibidos quatro curtas-metragens de ficção e animação, que refletem sobre as questões ambientais do nosso tempo: “A Bolona de Pelo Abandonada”, do paranaense Almir Correia, “O Menino Leão e A Menina Coruja”, de Renan Montenegro, “As Aventuras de Marigota – Quem Conta um Conto, Aumenta um Ponto”, de Daniel Barosa e Nikolas Maciel e “Os Segredos do Rio Grande”, de Analúcia Godoi e os alunos do Projeto Animação.

As Aventuras de Marigota: programação do Cine.Eminha

Já no sábado (22), o público vai conferir os curtas que integram a Mostra Olhar Local, que vai destacar filmes produzidos e rodados na cidade anfitriã, Vargem Alta. Na sequência, serão exibidos os filmes da Mostra Nacional, com curtas-metragens de ficção, animação e um documentário, “Desbrava”, que retrata a aventura de dois amigos em busca de uma das maiores cachoeiras do Brasil.

O Cine.Ema Itinerante em Vargem Alta tem o apoio da Prefeitura Municipal de Vargem Alta e da Reserva Ambiental da Águia Branca com o patrocínio do Grupo Águia Branca. O evento é uma realização da Caju Produções, Instituto Últimos Refúgios e Ministério da Cultura através da Lei de Incentivo à Cultura.

Confira as sinopses:

CINE.EMINHA ITINERANTE
Mostra de Cinema Ambiental Infantil

 

Os Segredos do Rio Grande, de Analúcia Godoi e os alunos do Projeto Animação (ES/MG), ani, 5min

Com suas águas cristalinas, o Rio Grande nos traz segredos, belezas e também benefícios. É preciso mantê-lo limpo, sem lixo, cuidar das nascentes e preservar as matas ciliares para que toda essa riqueza se mantenha por mais muitos anos. Esses são alguns dos temas abordados no filme, que mostra que a preservação do meio ambiente começa com pequenas atitudes.

Bolona de Pelo, de Almir Correia (PR), ani, 11min
Baixinho encontra uma bolona de pelo abandonada e a leva pra casa, tentando convencer o primo Bum a ficar com ela. Episódio inédito da Terceira Temporada da série de animação Carrapatos e Catapultas que irá ao ar em 2018 pela TV Brasil (ANCINE/FSA/BRDE)

As aventuras da Marigota – Quem conta um conto, aumenta um ponto, de Daniel Barosa e Nikolas Maciel (SP), ani, 5min
Em Aguápolis, onde vivem os Gotonautas – seres com forma de gota d’água –, a pequena Marigota vive feliz com sua família. Mas o clima está quente demais, e fofocas começam a espalhar. O que está acontecendo com o meio ambiente?

O menino leão e a menina coruja, de Renan Montenegro (DF), fic, 16min
Esse é o universo das pessoas-animais, seres que misturam características humanas e animais. Quando filhotes, eles precisam estudar na Escola Filhote Selvagem, um lugar onde o aprendizado vai muito além da sala de aula.

CINE.EMA ITINERANTE
Mostra de Cinema Ambiental

Nanã, de Rafael Amorim (PE), fic, 25min
Em um complexo portuário e industrial, a população enfrenta o processo de gentrificação do território. A resistência é a terra. Uns escutam raízes, outros sussurram, a Terra se abre em gretas, grita. Nanã reimagina o cotidiano no território em trânsito de Suape, em Pernambuco, conectado as forças sutis e violentas que o atravessam.

Tembîara, de Jackson Abacatu (MG), ani, 10min
Narrado na língua tupi, “Tembîara” traz a história de três caçadores, uma caça e um observador, em um lugar onde a ação pode se tornar inútil ante seu objetivo. O filme é inspirado no poema de mesmo nome, que significa “a presa”.

Pedro e o Velho Chico, de Renato Gaia (MG), ani, 18min

Curta Metragem de animação inspirado no livro infantil Pedro e o Velho Chico. O filme conta a história do garoto Pedro e do catador de material reciclável “Seu Chico“. Ao emprestar seu diário ao garoto, o “Velho Chico” o convida para uma viagem mágica pelo Rio São Francisco.

Desbrava, de Gustavo Girotto (SP), doc, 8min
Após muito tempo sem acampar, dois amigos partem em busca da cachoeira do Itiquira, uma das maiores do Brasil. No caminho, se aventuram refazendo uma trilha que marcou sua infância no cerrado brasileiro.

Latossolo, de Michel Santos (BA), híbrido, 18min
A relação do homem com seu ambiente natural, e a ocupação de uma cidade localizada sobre o latossolo vermelho amarelo. Latossolo vermelho amarelo é um tipo de perfil de solo que se caracteriza por ser profundo e antigo. O filme aborda de forma sensorial as relações humanas e a exploração da agricultura na região oeste da Bahia.

MOSTRA OLHAR LOCAL

Vinillis Frutiferis, de Victorhugo Passabon Amorim, Fic, 15min, 2015

Um jornalista vai ao interior do Espírito Santo conhecer a Vinillis Frutiferis, uma árvore cujos frutos são discos de vinil e que precisa que os beija-flores, com seus bicos, toquem a música. Num jogo entre a realidade e a fantasia, descobrimos as histórias e as relações dos moradores que preservam essa espécie até hoje.

De onde vem?, Produzido em Oficina de Documentário da 1ª MCA Rural pelos Alunos da EMEB João Domingos Fassarella, Doc, 10min, 2009
O curta, produzido durante a Oficina de Documentário da 1ª Mostra Capixaba de Cinema Rural, em 2009, mostra toda a trajetória para que as hortaliças cheguem até a mesa dos consumidores na cidade.

No tempo da Nona, Produzido em Oficina de Documentário da 2ª MCA Rural pelos Alunos da EMEB João Domingos Fassarella, Doc, 12min, 2010
Três mulheres, um sítio, alguma nostalgia e muito trabalho. “No Tempo da Nonna”, produzido durante a Oficina de Documentário da 2ª Mostra Capixaba de Cinema Rural, em 2010, é, acima de tudo, uma história de integração com o meio ambiente e respeito pela história familiar.

A Lenda do Amor Proíbido, Produzido em oficina de Vídeo pelos Alunos da EMEB João Domingos Fassarella, Fic, 8min, 2014
Fantasmas de um casal proibido de viver o seu amor andam por uma comunidade rural assombrando os moradores. Esta é a sinopse deste curta produzido na oficina de vídeo em 2014.

A Viagem do Seu Arlindo, Sheila Altoé, Fic, 15min, 2018
Na Comunidade Quilombola de Pedra Branca, nas montanhas capixabas, os mais velhos preservam a tradição de contar histórias para os mais jovens como a do dia em que o Seu Arlindo decide fazer uma misteriosa viagem, deixando intrigados os moradores da comunidade.

Trem sem Destino, Produzido em oficina de Vídeo pelos Alunos da EMEB João Domingos Fassarella, Ani, 1min, 2014
No stop motion produzido na oficina de vídeo, em 2014, um trem e nenhum destino.

TV Castelinho, Produzido em oficina de Vídeo pelos Alunos da EMEB João Domingos Fassarella, Doc, 3min. 2014
A TV Castelinho busca a través dos moradores questionar como anda a preservação do meio ambiente na comunidade.Curta produzido na oficina de vídeo, em 2014.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *