Os amigos de Léo decidem criar uma Folia de Reis na escola. Mesmo com medo do palhaço, ele é o escolhido no “zerinho ou um” para representar o mascarado do grupo. Inquieto, Léo segue alguns sinais que o levam a conhecer um velho sábio na mata, que apresenta um mundo mágico e diferente. Depois de virar palhaço da Folia de Reis, o menino compreende a sua missão pelo reencontro com seu falecido avô através do espelhamento com sua própria cultura.

Direção: Mariana Campos

Roteiro: Léo Alves

Produção: Caju Produções

O projeto tem como fonte primeira de inspiração as pesquisas do filme documentário “O palhaço menino: histórias de quem, desde pequeno,sonha e vive as Folias de Reis” dirigido por Léo Alves em 2012.