Longe do axé e das escolas de samba, o carnaval folclórico mais conhecido do Espírito Santo é o do “Boi Pintadinho”, em Muqui, cidade histórica reconhecida enquanto maior patrimônio histórico do Estado e que se consolida como uma das poucas cidades do Brasil onde se comemora o carnaval com o elemento do Boi, enraizando a cultura popular com os festejos.  Este projeto realiza oficina com os participantes das baterias dos Bois Pintadinhos e seus líderes, sendo ministrada por profissionais musicais convidados que podem contribuir para a criação de novos batuques, já que há, por parte da população e dos próprios artistas envolvidos no Boi, um desejo de modificar as baterias e proporcionar uma inovação na forma de conceber os batuques, atrelada também à maneira regional e peculiar com que cada Boi se desenvolve. Este projeto foi realizado em parceria com coletivo juvenil de Muqui (ES).